Acesso ao ERP KPL

Se você é um integrador (e-builder), provavelmente  precisará de acesso remoto ao ERP para homologar a sua integração.

Primeiramente, verifique qual a versão do KPL:

1) versão cloud;

2) versão instalada (onpremises).

Se o KPL estiver na versão cloud, você pode continuar seguindo este manual. Caso seja a versão instalada, o KPL está instalado na infra-estrutura do cliente. Neste caso, o cliente irá verificar a melhor maneira de realizar essa liberação com a sua equipe responsável (via Remote Desktop, por exemplo).

Considerando que o ERP do cliente é cloud, o integrador deve seguir o passo A, e o cliente deve seguir o passo B, conforme descrevemos abaixo.

Observação: Lembramos que é de responsabilidade do cliente a liberação dos módulos para um terceiro. Fica a critério dele liberar ou não este acesso ao integrador.

Em caso de dúvidas, contate o nosso suporte a e-builders.

Passo A – Integrador solicitando acesso ao KPL do cliente

1. Baixe o arquivo:
http://public.kpl.com.br/package/others/CloudClient.msi
e realize a instalação do executável na sua máquina

2. Abra o executável Abacos.Net.RemoteTerminal.exe que encontra-se na pasta que foi instalado o programa

3. Preencha os 3 campos: usuário, senha e conta, e clique em “Conectar”.
Atenção: estes 3 campos devem ser enviados pelo cliente para você consiga acessar o KPL (conforme imagem abaixo):

Para liberar o acesso ao ERP KPL para um integrador, você deve criar um usuário e uma senha. Para isso, siga os passos abaixo:

1. No KPL Enterprise, acesse o menu:
Administração do Sistema -> Segurança -> Controle de acesso -> Usuários

2. Crie um novo usuário preenchendo os campos:
Nome do usuário
Login de acesso ao sistema
Grupo de usuários*

*Você pode definir um grupo de usuário na seguinte tela:
Administração do Sistema -> Segurança -> Controle de acesso -> Grupos de usuários
Associando um usuário a um grupo, você pode restringir quais menus o integrador terá acesso, através do botão “Acessos”:

3. Ainda na tela de usuários, defina uma senha temporária:

4. Envie o usuário e a senha recém criados para o integrador. Lembre-se que você também deve passar a conta para o integrador conectar corretamente (o cliente sempre tem esse nome da conta, é sempre o mesmo utilizado para acesso ao KPL).