Segurança e Autenticação

No KPL existe um cadastro de interfaces, onde cada interface representa uma integração.

Cada interface possui uma chave de identificação. Quase toda chamada às APIs deve conter esta chave de identificação. A localização deste campo fica no cadastro de interfaces, conforme imagem abaixo:

 chave
É desta maneira que o serviço consegue autenticar no KPL e garantir a segurança.

Caso a chave utilizada esteja incorreta, uma mensagem de erro é retornada pela serviço.

Cada cliente possui suas próprias chaves de autenticação, únicas e intransferíveis, para cada interface de integração (ver imagem acima).

Abaixo um exemplo de um request de uma chamada de um serviço informando a chave de autenticação:

Caso a chave de identificação fornecida estiver incorreta, uma resposta de erro é retornada:

Nota: No caso dos métodos de confirmação, a chamada request não pede a chave de autenticação. Porém, para estes casos, sempre é necessário informar um protocolo do registro que está sendo confirmado. Neste caso, o protocolo também funciona como se fosse uma chave de autenticação, garantindo a segurança da chamada. Vale lembrar que o protocolo muda a cada nova transação.